domingo, 30 de dezembro de 2012

Anonymous: os ataques vão diminuir em 2013




No seu último relatório, a equipe do McAfee Labs explicou como a segurança na internet deve ser em 2013. Entre outros pontos, um dos assuntos tratados foram os ataques do grupo Anonymous — no caso, a quantidade e a eficiência deles.

Ao contrário do que muita gente pode pensar, o número de operações executadas pelo grupo deve cair. Um dos motivos é o fato de que as possíveis vítimas já sabem como o Anonymous trabalha, o que facilita a programação de defesas que impeçam esse tipo de ação.

Além disso, por conta dos seus aliados e integrantes, o grupo já é muito grande. Por conta disso, nem todos os ataques são eficientes, de modo que a reputação e eficiência técnica dos Anonymous acabam sendo manchadas pela falta de organização de poucos.

Dessa maneira, a tendência é que o grupo aja menos no próximo ano. Isso não quer dizer que eles vão deixar de existir, mas que vão se concentrar em operações grandes e com menos frequência do que o “normal”.

Apesar do McAfee Labs ser uma fonte confiável, não há como confirmar que as previsões vão realmente se tornar realidade, de modo que é necessário esperar para saber como eles vão agir.



Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/34620-anonymous-os-ataques-vao-diminuir-em-2013.htm#ixzz2GXSWwIy9

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Estados Unidos pode ter sido o autor de ciberataque contra a França


Em maio deste ano, o governo francês foi vítima de um ataque virtual que o forçou a modificar totalmente sua rede interna de comunicações. Embora a China tenha sido considerada a principal suspeita em um primeiro momento, agora as acusações se voltam contra os Estados Unidos, que teriam usado uma modificação do worm Flame para realizar a invasão.
Os responsáveis pela ação usaram o Facebook para entrar em contato com conselheiros próximos ao então presidente Nicolas Sarkozy, que foram convidados a entrar na intranet governamental através de uma página falsa. Ao inserir suas senhas de acesso, os funcionários eram infectados por um malware sofisticado capaz de coletar informações presentes em suas máquinas.
O vírus se espalhou rapidamente, chegando a afetar até mesmo o chefe de gabinete do governo, Xavier Musca. Sarkozy só conseguiu se manter imune à ameaça devido ao fato de que seu escritório não contava com a presença de nenhum computador. A extensão dos danos é desconhecida, porém, se especula que documentos classificados e planos estratégicos do governo tenham sido roubados.


Estados Unidos nega a autoria

Os motivos que levaram ao ataque também permanecem um mistério, embora o momento em que eles aconteceram suscite algumas suspeitas. Uma pessoa ligada à investigação afirma que o governo dos Estados Unidos estaria tentando se certificar de que continuaria tendo o apoio diplomático da França após a mudança em sua presidência. “Você pode estar em bons termos com um país amigável, e mesmo assim querer se certificar de que vai continuar contando com seu suporte”, afirmou a fonte ao periódico francês L’Express.
Em uma declaração oficial enviada ao site The Verge, a embaixada dos Estados Unidos na França negou qualquer espécie de participação do país no ataque. “A França é um de nossos melhores aliados. Nossa cooperação é notável em áreas de inteligência, reforço da lei e ciberdefesa, e ela nunca foi tão forte e essencial no combate a atitudes extremistas.”

A lógica capetalista


quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Hackers podem ganhar R$ 15,7 mil para combater a corrupção


A capital federal está sediando a 15ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC, na sigla em inglês), e um dos eventos que estão sendo promovidos no local trata do trabalho de hackers. Na verdade, quem tiver uma ideia interessante para combater a corrupção com algum software, procedimento ou equipamento eletrônico pode se inscrever no projeto.

A melhor solução inscrita na concorrência do IACC Hackathon será premiada, e o criador deve receber 6 mil euros, o equivalente a R$ 15,7 mil. Para isso, os interessados precisam preencher um formulário e especificar o seu projeto neste site.

Existem algumas categorias nas quais os projetos devem estar encaixados. Entre elas estão o “Acesso a informações sobre uso de verbas”, “Pesquisas de conjuntos de dados sobre corrupção”, “Conscientização”, “Eficiência na comunicação política” e vários outras.




Guerra Nuclear


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Anonymous faz ataques em massa na Suécia em apoio ao Pirate Bay




A perseguição do governo sueco ao Pirate Bay e ao PRQ, um serviço antigo do site, despertou a atenção do Anonymous, que decidiu lançar uma nova operação (sob a hastag #OpPiratebay) para mostrar o apoio a essas entidades.

No vídeo, os ativistas convocam todos para ajudar no ataque a uma série de páginas governamentais da Suécia. A ação engloba também o apoio a Julian Assange, criador do WikiLeaks, que gerou um ataque similar em setembro deste ano.

E, de acordo com o WSJ, o grupo cumpriu a promessa do que seria “o maior feito da história do Anonymous”: um total de 20 sites, como o Sweden Security Service, o Sweden Central Bank e outros endereços governamentais, foram atacados e derrubados por ataques DDoS nesta semana. Até agora, o governo sueco não se manifestou sobre o ocorrido.


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/30958-anonymous-faz-ataques-em-massa-na-suecia-em-apoio-ao-pirate-bay-video-.htm#ixzz28v7H7rnF

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Relaxando seu dia...



Matemática Simples...



O Futebol uma importante ferramenta para domesticar o povo



Escola e Governo



Somos Livres e o voto é Obrigatório



Ex-líder do grupo LulzSec ainda trabalha para o FBI


Já se passaram quase seis meses desde que o líder do grupo LulzSec entregou os companheiros para o FBI. No entanto, Hector Xavier Monsegur, que utilizava o nome de “Sabu”, continua trabalhando para os federais em troca do adiamento de seu julgamento.

O grupo LulzSec iniciou uma série de ataques ainda em 2011 contra organizações, empresas de notícias, sites do governo e corporações. A onda hacker se espalhou pela internet por um período de 50 dias e foi narrado em detalhes através do Twitter. Apesar de Hector estar ajudando o FBI, não ficou claro se ele continua utilizando seus conhecimentos online ou está apenas servindo como um informante dos federais.

O governo americano também não revelou qual acordo foi feito com o hacker, já que ele responde por uma série de crimes, incluindo conspiração para invasão de computadores, conspiração para roubo de bancos e diversas outras fraudes. Juntando tudo isso, Hector pode pegar até 124 anos de prisão.



quinta-feira, 23 de agosto de 2012

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Um novo Brasil para 2014


Não sei vocês já perceberam, mas nos últimos dias, semanas e ate meses, toda a propaganda do governo visa mudar o Brasil antes de 2014. O governo diz:

- Vamos melhorar o sistema de saúde daqui 2014, ou seja, pintando e maquiando o sistema hospitalar, quero ver onde vão jogar a grande quantidade de pacientes que estão nos corredores esperando desde um simples atendimento a cirurgias mais complexas. Há quero ver o que vão fazer com os atendentes mal educados que só falta bater em você e com os enfermeiros, que só por que vestem branco, querem ser chamados de “doutores”?

- Estamos modificando e adaptando o sistema de transporte ate 2014; - estão melhorando sim, tapando buracos e estradas que depois de 2014, quando chover elas vão se derreter!

- Os números educacionais vão continuará subindo ate 2014, pois temos uma educação de qualidade; do jeito que é a nova politica educacional brasileira ate eu conseguiria esse maravilho resultado, acredito que poderia ate ser o ministro da educação, pois temos um ensino infantil, que é base de todo o processo educacional de um individuo, completamente defasado, com uma péssima qualidade humana e material, uma politica de a provação esdruxula, que permite aos professores chegarem ao ensino médio e encontrar individuo que são no máximo analfabetos funcionais, alguns ate nem sabem escrever o nome, o país que adota a inclusão como o simples fato de matricularem alunos especiais, pois não fornecem a menor estrutura para que estes consolidem uma aprendizagem real. Mais algum famigerado pode dizer: Mas estão construindo salas multifuncionais! É daqui para 2014 meu bem, sem falar que ate onde eu conheço, e os cidadãos que vão lidar com essas salas vão ser tapa buracos! Assim essa é a nossa glamorosa educação.

- A violência vai diminui muito ate 2014, vamos intensificar o combate ao trafico ate 2014; Claro que vão, expulsaram os traficantes das favelas, e colocaram as UPP, a tal da policia pacificadora, que no meu ponto de vista, vai se tornar depois de 2014 pontos de milícia. Sem falar na os viciados da cracolândia, que daqui a uns anos será um problema sem solução.

O mais interessante é que descobrimos é o governo sempre teve dinheiro – seja como for – para fazer melhoras no país! Pergunta: Por que nunca fez isso antes? Bom deixo a responsabilidade da resposta a você.

Tipos de professores


Essa semana lendo uma revista encontrei um texto bem interessante e resolvi postar uma adaptação deste aqui, sei que se você for aluno, vai identifica-lo no seu cotidiano assim também como se for professor. Pois bem o texto é o seguinte:

Há professores que sabem muito da matéria e sabem ensina-la;

Há os que sabem muito mas não sabem ensina-la;

Há os que sabem pouco e sabem ensinar perfeitamente o pouco que sabem;

Há os que sabem pouco e não sabem nem mesmo ensinar o pouco que sabem;

E há todo tipo de professore entre esses extremos.

Todo diretor e coordenador de escola sabe que as vezes é difícil distinguir um professor de outro. Um professor que sabe muito e sabe ensinar, talvez não se dê ao trabalho de fazer propaganda de si mesmo junto aos chefes. E um outro professor que sabe pouco, e que não sabe ensinar, talvez se revele um ótimo marqueteiro de si mesmo.

E você, que tipo de professor tem?

Sala de aula é um mundo a parte

Nova moda: Piriguete



Aonde essa porra de mundo vai para? Depois da porra dessa indústria cultural ter vendido e consolidado que o Brasil é o país do futebol – o que é uma grande *&¨@& - e usar este conceito para alienar uma massa conformada, ter vendo para o mundo que aqui é a terra onde de mulher fácil, com um bunda de 1m e seios do tamanho de um melancia, ter destruído com o estilo critico e revolucionário do rock por umas bandinhas coloridas com umas letras muito imbecis, ter banalizado o sexo e o conceito estrutural de família, produzido muitas prostitutas com a Carla Perez e as Sheilas “caralho”, e outras porcarias que a massa consome, a nossa “amiga” televisão está tentando colocar na cabeça dos aborrecentes e adultos de mente vazia, que a moda é se vestir como piriguetes por que está na moda, é estilo. Estilo o cacete, olha essas roupas de piriguete e olha as prostitutas da redinha ou de qualquer outro lugar – nada que contra quem exercesse essa profissão - que são as mesmas, e pior divulgam a todo e a direita que isso é moda de pobre. Mas alguém ver isso? NÃO. Faça-me o favor, acorde pra vida porra.

Piriguete

terça-feira, 10 de julho de 2012

Anonymous ataca governo sírio e rouba mais de 2,4 milhões de emails




Anonynous apareceu recentemente em público, no Japão (Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

O WikiLeaks começou a divulgar os cerca de 2,4 milhões de emails roubados do governo sírio para que o mundo todo possa ver. Segundo Sarah Harrison, porta-voz do site, nas mensagens é possível ver comunicações entre o governo da Síria e companhias ocidentais. A ideia é revelar negociatas e irregularidades envolvendo o país e grandes empresas internacionais.

O conteúdo roubado apresenta documentos e correios eletrônicos enviados pelos Ministérios de Assuntos Presidenciais, Negócios Estrangeiros, Finanças, Transportes e Informações. Segundo Julian Assange, fundador do WikiLeaks, os dados mostram emails embaraçosos não só para o governo sírio, como também para os seus adversários.

Além disso, a ação de roubar os emails pode ter sido realizada pelo Anonymous, que teria posteriormente repassado as informações para o WikiLeaks. Segundo o site, o trabalho começou em fevereiro e, somente agora, os esforços do grupo, de transferir a enorme quantidade de dados de cerca de 680 servidores sírios, para o WikiLeaks, foi finalizado.

Uma nota oficial divulgada pelo Anonymous explica o ato, divulgando, entre outras informações, que a ação faz parte de uma campanha para ajudar a combater o regime de terror de Assad, que seria responsável por milhares de mortes de cidadãos inocentes no país.

Fonte: Anonymous, The Verge e Estadao

E o povo só assistindo

quinta-feira, 5 de julho de 2012

segunda-feira, 2 de julho de 2012

quarta-feira, 27 de junho de 2012

terça-feira, 26 de junho de 2012

No clima das Eleições 2012

Todo mundo sabe, mas finge não ver! Fazer o que né?